Verão chegou e o calor intensificou. Isso pode ser ótimo para alguns mas para quem tem doença cardíaca é muito importante ficar atento a hidratação.

Cardiopatas e hipertensos precisam ter orientação quanto a ingesta hídrica nessa fase para não correr o risco de descompensar a doença de base.

Isso porque a redução do volume de água nos vasos sanguíneos provoca aumento da frequência cardíaca e da pressão arterial, intensificando o trabalho do coração e descompensando quadros previamente estáveis.

Para os que usam diuréticos a atenção deve ser redobrado pois a depleção de volume pode ser maior.

Uma boa dica para observar a hidratação é se atentar à cor da urina. Quanto mais clara e cristalina, mais hidratada a pessoa está.

Não existe uma recomendação oficial sobre a quantidade de água que devemos ingerir diariamente mas algumas regrinhas podem ajudar a se basear:

📌 média de 35 ml por quilo.
📌 regra 8×8: 8 copos de 240ml por dia

Importante considerar o nível de atividade física, o clima em que vive, o peso, o tipo de dieta e o metabolismo, para individualizar a meta.

Além da água, bebidas como chás naturais também ajudam na hidratação do organismo e devem entrar na conta do consumo de líquidos diários. Não é aconselhado bebidas ricas em sódio ou industrializadas.

Bom, eu amo água e bebo além da minha meta diária. E você, como está o consumo de água por aí?